A Tecnisa  informou que a S&P Global Ratings rebaixou o rating corporativo da companhia de ‘brAA-‘ para ‘brA’, atribuído na Escala Nacional Brasil, com perspectiva estável.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:TCSA3), nesta segunda-feira (21). Confira o documento na íntegra.

De acordo com a agência, a companhia “reportou resultados operacionais aquém dos projetados para os últimos 12 meses findos em março de 2021, em contraste com os demais pares do setor, tendo apresentado receita líquida de R$ 163 milhões, Ebitda negativo de R$ 95 milhões e alavancagem, medida pelo índice de dívida bruta ajustada sobre capital, de 41%. Os resultados abaixo das expectativas se devem à constante postergação de lançamentos, aos desafios impostos pela COVID-19 e à alta competição”.

Por outro lado, a agência destacou que “A perspectiva estável reflete nossa expectativa de que a empresa conseguirá atingir seu guidance de lançamentos entre R$ 1,2 bilhão e R$ 1,5 bilhão em 2021 e que começará a apresentar crescimento da receita, Ebitda e geração de caixa nos próximos três anos para sustentar sua qualidade de crédito. Avaliamos a liquidez da empresa como adequada e vemos a possibilidade da venda da carteira de recebíveis e de terrenos não estratégicos como potenciais entradas de caixa”.

Tecnisa (TCSA3): prejuízo líquido de R$ 26 milhões no 1T21, alta de 55%

A incorporadora Tecnisa teve prejuízo líquido de R$ 26 milhões no primeiro trimestre de 2021, uma melhora de 55% em relação ao prejuízo líquido de R$ 58 milhões no primeiro trimestre de 2020.

receita líquida nos três primeiros meses do ano totalizou R$ 33 milhões, redução de 26% em relação aos primeiros três meses de 2020.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – foi negativo em R$ 10,56 milhões, ante R$ 50,58 milhões de perda no mesmo período do ano passado.

A Tecnisa registrou margem bruta de 16,4%, ante os 16,5% negativos do primeiro trimestre do ano passado. Segundo o diretor financeiro e de relações com investidores, Flávio Vidigal de Capua, a tendência é que as margens sejam mantidas.

Quando possível, a companhia está antecipando a compra de materiais de construção.

A Tecnisa está buscando novo local para a instalação de sua sede. A intenção é reduzir os custos de aluguel em relação aos da avenida Faria Lima, na zona Sul de São Paulo, onde está instalada.

TECNISA ON (BOV:TCSA3)
Historical Stock Chart
From Jul 2021 to Aug 2021 Click Here for more TECNISA ON Charts.
TECNISA ON (BOV:TCSA3)
Historical Stock Chart
From Aug 2020 to Aug 2021 Click Here for more TECNISA ON Charts.